domingo, março 08, 2009

Chapada

A tristeza vem do vento que me soprou que este é o fim de um ciclo. De volta no mesmo lugar, a mesma terra que abençoou e encantou, é a mesma que te sacode e joga na cara os teus erros!? E faz revoada nos pensamentos. A mesma terra que te traz sonho realidade; te leva embora o fio esperança. Esperei por tantos dos trens que passaram. Um deles acaba de abandonar a estação! Trouxe alguns, você foi o ultimo a descer e eu esperei. Outra pessoa pegou na sua mão e te levou. Eu continuo só! Nem sei porque esperei. Estou cansada de me sentar ao banco de espera.

Um pedaço do meu pensamento... nada mais!

Thais Julianne
julho/2008

Um comentário:

NETOGABIRU, O EREMITA disse...

Nós poderíamos ser muito melhores se não quiséssemos ser tão bons.
(Freud)